Leia artigos do Deputado Milton Monti

A vida tem que prevalecer

A conseqüência direta da banalização da vida e da morte é a perda do senso crítico sobre o que é realmente valoroso na existência humana.

 
Página PrincipalFotos de eventos municipais e regionaisInformações úteis para gestores municipais - ministérios, órgãos públicos, indicadores municipais, secretarias regionaisNotícias e reportagensUtilidade Pública - informações úteis para cidadãos e empresas, como serviços disponveis para a população, concursos,  entre outrasLegislação - Constituição Federal, Legislação da Mulher, Estatuto do Idoso, Código de Defesa do Consumidor, entre outrasTenha acesso ao material de imprensa do Milton MontiEntre em contato com o Deputado Milton Monti

CÂMARA FEDERAL APROVA PUNIÇÃO PARA TROTES VIOLENTOS

Projeto proíbe a prática do trote que constranja os calouros, exponha os alunos de forma vexatória, ofenda sua integridade física, moral ou psicológica ou obrigue os estudantes a doarem bens

Estudantes que praticarem trotes violentos contra alunos ingressantes nas instituições de ensino de todo o País poderão ser responsabilizados pelo comportamento inadequado. Veterano que exceder nas brincadeiras de recepção aos calouros poderá ser punido com multa de até R$ 20 mil, suspensão por até seis meses e até expulsão da instituição de ensino.

A Câmara Federal aprovou na noite desta quarta-feira (dia 18.fev.2009) o projeto substitutivo ao Projeto de Lei 1023/95, cujo relator foi o deputado federal Milton Monti. Os deputados Flávio Dino (PCdoB-MA) e Carlos Sampaio (PSDB-SP) elaboraram o texto que foi aprovado. O deputado Milton Monti, autor do projeto de lei 656/99, que também proibia a prática do trote escolar violento, decidiu retirar sua proposta. “A Câmara não poderia deixar de dar uma resposta à sociedade sobre esse tema. O estudante que chega à universidade tem que ser recebido com informação e acolhimento, não com violência e atitudes que firam sua integridade física ou moral”, ressaltou o relator Milton Monti. Devido ao interesse no tema, de alcance nacional, Milton Monti foi indicado relator do projeto que acabou aprovado pelo plenário.
O texto aprovado proíbe o trote violento e o tratamento constrangedor contra alunos do ensino superior. A instituição em que venha ocorrer trote violento deverá abrir processo disciplinar contra os estudantes responsáveis pelas agressões.
Poderão ser aplicadas punições como multa de R$ 1 mil a R$ 20 mil, suspensão do aluno por um a seis meses e até expulsão da instituição de ensino. Essa última penalidade impedirá o aluno de se matricular na mesma instituição pelo prazo de um ano.
O texto aprovado nesta quarta-feira agora segue para apreciação do Senado.


Deputado Federal Milton Monti Deputado Federal Milton Monti
Desenvolvimento AgênciaDot. Comunicação Em breve!