Leia artigos do Deputado Milton Monti

Milton Monti Aprova Lei que Doa Produtos Apreendidos

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara Federal aprovou na quarta-feira, dia 21 de novembro, o relatório em que o deputado federal Milton Monti defende a venda ou o uso de bens apreendidos via processo administrativo.

 
Página PrincipalFotos de eventos municipais e regionaisInformações úteis para gestores municipais - ministérios, órgãos públicos, indicadores municipais, secretarias regionaisNotícias e reportagensUtilidade Pública - informações úteis para cidadãos e empresas, como serviços disponveis para a população, concursos,  entre outrasLegislação - Constituição Federal, Legislação da Mulher, Estatuto do Idoso, Código de Defesa do Consumidor, entre outrasTenha acesso ao material de imprensa do Milton MontiEntre em contato com o Deputado Milton Monti

MILTON MONTI RECEBE DIRETORES DA AGÊNCIA NACIONAL DE TRANSPORTES AQUAVIÁRIOS

Reunião para discutir investimentos no transporte hidroviário aconteceu no gabinete da Comissão de Transportes, na Câmara Federal

Milton Monti

Presidente da Comissão de Viação e Transportes da Câmara, o deputado Milton Monti recebeu os diretores da Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários), Fernando Fialho e Tiago Lima, no gabinete da comissão nesta quinta-feira (18.mar.2010). O grupo discutiu diversos pontos relacionados ao transporte aquaviário nacional.

Fialho defendeu a necessidade de mais investimentos na multimodalidade e que o transporte por hidrovias é mais econômico e menos prejudicial ao meio ambiente. “Temos um potencial hidroviário enorme. Nossos rios precisam ser aproveitados para escoar a produção agrícola”, ressaltou o diretor-geral.
Os diretores da Antaq também destacaram a importância do uso múltiplo das águas. “Os rios devem servir para a geração de energia e para a navegação. É preciso que, quando se construa uma hidrelétrica, faça simultaneamente uma eclusa para garantir a navegabilidade”, disse Fialho. Os estudos da Agência indicam que, quando hidrelétrica e eclusa são construídas ao mesmo tempo, o empreendimento fica apenas 7% mais caro. Se forem feitas separadamente, esse número salta para 30%.
Os representantes da Antaq disseram, ainda, que as hidrovias servem para preservar o meio ambiente e diminuir os efeitos do aquecimento global. Isso porque o transporte hidroviário emite menos gases tóxicos na atmosfera e necessita da preservação das matas ciliares.
Tiago Lima lembrou que a agência cumpre papel regulatório. “Estamos revisando as normas de interesse do setor com o objetivo de desenvolver o transporte aquaviário”, disse.
O deputado Milton Monti, presidente da CVT desde o início de março, reforço que a comissão será parceira da Antaq na defesa da navegação interior. “Vou conversar com representantes do governo federal e defender o uso das hidrovias, que são ferramentas fundamentais para a logística do Brasil”, afirmou.
Também participaram da reunião o superintendente de Navegação Interior, Alex Oliva, o gerente de Desenvolvimento e Regulação da Navegação Interior, Adalberto Tokarski, e a assessora parlamentar Manuella Peixoto.
 
Com informações da Assessoria de Comunicação da Antaq


Deputado Federal Milton Monti Deputado Federal Milton Monti
Desenvolvimento AgênciaDot. Comunicação Em breve!